FANDOM


A trilogia "Crônicas dos Kane" do escritor americano Rick Riordan (autor das séries "Percy Jackson e os Olimpianos" e "Heróis do Olimpo"), aborda de forma original e inteligente, a mitologia egípcia através das aventuras dos irmãos Carter e Sadie Kane. A narração é feita em primeira pessoa pelos dois, alternando de dois em dois capítulos.

Os irmãos Carter e Sadie, viveram separados desde a morte de sua mãe, a antropóloga Ruby Kane. Ele viajando com seu pai, Julius Kane um egiptólogo, e ela vivendo com os avós, os Faust em Londres. Depois de 6 anos vivendo separados, eles se distanciaram pela falta de convivência, e ao começo da série, pouco sabiam um do outro.

A história começa sendo narrada por Carter, (na ocasião com 14 anos), quando ele e Julius, vão a Londres para visitar Sadie (na ocasião com 12 anos), na véspera de Natal. Alegando precisar examinar alguns artefatos egípcios, Julius os leva ao British Museum, onde uma série de acontecimentos envolvendo o desaparecimento de seu pai, a explosão da Pedra de Roseta e a libertação dos cinco mais poderosos deuses do Egito Antigo faz com que a vida de Carter e Sadie vire de cabeça para baixo. A partir desse momento, os dois se vêem deportados - devido à suspeita de que seu pai seria um terrorista - entregues a um tio que não viam a anos, e percebem a necessidade de se unirem para superar as dificuldades. Então, eles são entregues a Amós Kane, um tio que não viam há muito tempo. Eles são levados por ele para Nova York, em uma mansão no Brooklyn onde ele conta a eles toda verdade.

Lá, eles descobrem que o deuses da mitologia egípcia não são apenas histórias, eles são reais. E não só eles , mas como também todos os objetos, monstros, demônios, criaturas e histórias a respeito do Antigo Egito. Além deles, também existem os magos egípcios, que existem até hoje e continuam praticando magia, e preservando os seus antigos costumes. Esses magos, são membros da Casa da Vida, sacerdotes que eram conhecidos em todo mundo antigo. Mas ao final dos tempos antigos, "os egípcios já haviam aprendido a que seus deuses não deviam ser idolatrados. São seres poderosos, forças primais,mas sua divindade não é como concebemos Deus. Eles são entidades criadas, como os mortais.Porém, com um poder muito maior. Podemos respeitá-los, temê-los, usar seu poder ou até enfrentá-los, para mantê-los sob controle" (Amós, Trecho de "A Pirâmide Vermelha", Capítulo 6, página 72).Descobrem também que seus pais eram magos descendentes de duas linhagens poderosas de faraós, de modo que eles não só são magos, mas como também dois dos mais poderosos dos últimos tempos.Assim, eles devem aprender a utilizar os seus poderes e a conviver um com o outro e com essa nova realidade. O que eles não sabem e que haverá mais obstáculos do que eles imaginam pela frente...